.

domingo, 23 de outubro de 2016

Enfim, Allan Kardec não renasceu em 1910 (Jorge Hessen)


Jorge Hessen
Brasília DF

Paulo Neto
Tive a grande honra de receber (autografado) do amigo Paulo Neto, pesquisador, escritor, expositor espírita dos mais fecundos e honestos que conheço e com o qual felicita-me corresponder, o seu pujante livro "Kardec e Chico 2 Missionários". É, sem sombra dúvida, uma obra estruturada sobre fidedignas e reforçadas fontes, contendo elucidações racionalíssimas sobre o interminável debate que tem motivado muitas histerias e contestações nas hostes doutrinárias, refiro-me ao assunto: Teria Chico Xavier sido a reencarnação de Allan Kardec ? 

Paulo Neto fundamenta sua pesquisa nos necessários firmes pilares do bom senso, abrigando-se nos registros sólidos da coerência , que indiscutivelmente fragilizam todas e quaisquer ilações volúveis daqueles que ainda adejam nas ilusões, acastelando a reencarnação do mestre de Lyon em Pedro Leopoldo em 1910. 

Como pesquisador e “farejador” de fontes documentais , Paulo Neto comprova para seus leitores que contém o olhar das águias, o fôlego dos jacaré e crocodilos , a resistência dos paquidermes e velocidade dos felinos. Como afirma o sábio Eurípedes Kühl “a obra ["Kardec e Chico 2 Missionários"] “radiografa, ou melhor, “tomografa” de forma cristalina e com toda a plenitude o porquê de Kardec não ser o Chico!” 

Os argumentos do autor, as suas reflexões, seus arrazoados são brilhantes e conclusivos, não obstante, eu mesmo reconhecer que o tema é um colossal comburente para a manutenção da indesejável fogueira da cizânia, mormente advinda dos contraditores que persistirão infinitas vezes invocando consciente ou inconscientemente que Allan Kardec reencarnou em Minas Gerais. 

No criterioso enfoque, Paulo Neto suprime os pareceres discordantes e harmoniza a convicção de que os espíritas devem usar e abusar da racionalidade. Até mesmo porque, sob a poderosa arma da razão doutrinária ratifica-se a certeza de que contra os fatos (fontes consultadas pelo autor) não há contra-argumentos razoáveis, exceto provindos daqueles já ofuscados e habituais opositores que permanecerão sob os aguilhões da fascinação e ou adejando sob as asas da fábula, da convicção obstinadamente conservadas pelo ofuscamento do desvairo da sensatez ou da puerilidade doutrinária.

Do exposto, recomendo a todos amigos a leitura de "Kardec e Chico 2 Missionários", um extraordinário empenho de pesquisa de Paulo Neto. 







1 Comentários:

  • Caro amigo Jorge Hessen,
    Agradeço-lhe os comentários sobre meu livro, cujo objetivo é ajudar no esclarecimento da questão e não combater os que pensam de forma contrária.
    Muita paz!
    Abraços
    Paulo Neto

    Por Blogger Paulo Neto, às 23 de outubro de 2016 06:45  

Postar um comentário

<< Home