.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

NO GRANDE PROGRAMA

Luiz Carlos Formiga
O que fazer para sermos incluídos pela Espiritualidade Maior no grande programa dos trabalhadores do Bem, nesta hora de transição?
José do Patrocínio (1) nos afirma que Espíritos Nobres zelam pelo equilíbrio, pela prudência e pela ordem, neste momento em que estamos sendo focalizados pelas lentes dos outros povos. Alerta-nos que somos observados por espíritos diversos, adversários organizados, que desejam desmoralizar o Programa de Jesus para o Brasil.
Adverte-nos para que não venhamos a cair na cilada da indignação, contra os malfeitos que observamos, baixando o padrão vibratório pela demência passageira, da ira, da cólera, (2) quando então nos desequilibramos.  
Diz-nos que as mudanças são necessárias, mas que a prudência possa nos conduzir com equilíbrio.
Estimulando nossa atenção, prudência e cuidado, informa-nos da existência de um programa de trabalho organizado, visando estabelecer proteção advinda das forças da luz. São pontos estratégicos nas cidades e nos ambientes dos jogos. Como poderemos ajudar?
O espírito nos responde dizendo que devemos nos habituar, nestes dias, a amanhecer orando pela Pátria, que mentalizemos a paz durante o dia e, ao adormecer, oremos pelo equilíbrio da Pátria.
Adverte-nos que o comentário do mal, já é o mal a propagar-se. Que possamos, ao contrário, oferecer o melhor ambiente vibratório de beleza espiritual aos outros povos.
Desta forma, estaremos sendo incluídos, embora espíritos pequeninos e humildes, um cisco de Francisco (3), no grande programa dos trabalhadores do Bem.
Não só o álcool nos desequilibra. Cuidado com a “ira santa”. Nestas horas mais difíceis, oremos. (4) “Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, coragem para modificar aquelas que podemos e sabedoria para distinguir umas das outras.”
 Afinal, se o Evangelho é o coração da Bíblia e o Sermão da Montanha é a alma do Evangelho, como disse Rhoden, bem aventurados os que são brandos e pacíficos.

Leitura adicional
(1) Prudência.
(2) A Cólera
(3) Cisco de Francisco
 (4) Oração da Serenidade


1 Comentários:

  • Por mais que me esforce, ainda me pego em situação de cólera, descontrole. E quando conseguimos por alguns dias, ficamos todo feliz e quando menos se espera já estamos novamente perdendo o equilíbrio. É uma luta constante em nossas vidas. VIGIAI E ORAI! Sem dúvida alguma, é um grande conselho.
    Marcos Fonseca

    Por Blogger Marcao, às 24 de maio de 2014 04:11  

Postar um comentário

<< Home