.

sábado, 10 de janeiro de 2015

FOTOGRAFIA ESPÍRITA?


Por Leonardo Paixão (*)

O mundo da mediunidade é uma constante surpresa aos pesquisadores e estudiosos atentos. O Codificador da Doutrina Espírita trouxe-nos as orientações precisas para a pesquisa da fenomenologia espírita e, com sinceridade, chego a dizer que em Espiritismo se havia dado a primeira palavra, mas não a última.
Pesquisadores muitos surgiram no decorrer dos séculos e, muitos, recorreram a novas nomenclaturas para o fenômeno mediúnico: Metapsíquica, Parapsicologia, Mentalismo, etc. No avançar das pesquisas com sábios de renome como William Crookees, Charles Richet, Ernesto Bozzanno. Enrico Imoda, Ferderic Myers, William James e outros, vamos nos deparar com os fatos das materializações e também teremos os casos de fotografia transcendental ou fotografia espírita. No Brasil, tivemos pesquisadores como J. Herculano Pires, Cairbar Schutel, Deolindo Amorim, Carlos Bernardo Loureiro, Odilon Negrão. Cairbar Schutel escreve em seu livro Histeria e Fenômenos Psíquicos:
“A existência do corpo astral já está mais que demonstrada e, para não nos tornarmos fastidiosos, citamos, além de muitas provas, a dos Drs. Barlemont e De Rochas obtidas pela fotografia do corpo de um médium e do seu duplo momentaneamente separados.
A placa, parece-nos, não pode ficar alucinada e nem está sujeita a ataques de histeria”.

Apesar de termos pesquisadores sérios dos fenômenos de fotografia transcendental com William Hopes, Hanz Holzer, William Barret, Arthur Conan Doyle (ele mesmo, o criador de Sherlock Holmes), muita fraude tem ocorrido, especialmente com a evolução da tecnologia fotográfica e sobre fraudes espíritas, Kardec já alertava sobre em O Livro dos Médiuns.
Uma amiga nossa, de nossa cidade, Campos dos Goytacazes, RJ, a sra. M. F., mostrou-nos a seguinte fotografia:


E nos disse o seguinte: que ao mostrar esta fotografia a um sr. que dirige estudo de O Livro dos Espíritos em casa espírita que frequenta, ele lhe disse que achava se tratar de cordões fluídicos. Por minha vez lhe falei que o achismo não deve entrar na pesquisa espírita e, como adverte Allan Kardec e o bom-senso, o primeiro passo a dar nestes casos é buscar o parecer de um profissional experiente e, com a autorização dela, isto fiz. O parecer do profissional, sr. C. G. que é repórter fotográfico com mais de 20 anos de experiência foi o seguinte:
“São reflexos luminosos, devido o flash da câmera não ter sido usado e câmera com sensor muito lento na hora das fotos, ele vai ler o ponto de luz e gravar e acompanhar os dois fachos de luz ...”.
A sra. M. F. alegou ainda que o flash estava funcionando, mas que era demorado tirar fotos, ela tinha de pedir para as pessoas ficarem um tempo na pose senão a máquina não registrava, apesar da máquina de boa tecnologia, logo, a lentidão do sensor promoveu a distorção da imagem e fez aparecer reflexos luminosos.
O sr. C. G. , enviou-nos as seguintes fotos com reflexos luminosos para compararmos:



Deixamos aqui este relato para colocarmos o quanto devemos ter cuidado para não nos levarmos pelo entusiasmo que o desejo de ter fatos vindos por nós que comprovem a Imortalidade do Ser, e então nos colocar em posição de ridículo, ridicularizando também a Doutrina de que  nos tornamos adeptos.


(*) - Leonardo Paixão é trabalhador espírita em Campos dos Goytacazes, RJ, colaborando no Grupo Espírita Semeadores da Paz.

1 Comentários:

  • Querido Leonardo.
    A Foto apresentada pela Sra M.F carece de mais atenção. Existe uma diferença entre a foto apresentada pela Sra e as fotos apresentadas pelo Sr C.G.
    As fotos propostas pelo Sr C.G são uma técnica utilizada em baixa velocidade do obturador, captando o trajeto de um objeto luminoso, no caso específico os faróis dos carros que não aparecem nas fotos por estarem com a velocidade muito acima do registro da maquina.
    No caso da Sra M.F. não visualizo a mesma técnica por não conseguir detectar nenhum objeto que faça a incidência direta do feixe de luz em direção ao obturador. Carecemos de uma pesquisa maior na referida foto

    Por Blogger Di Donato:, às 14 de janeiro de 2015 18:33  

Postar um comentário

<< Home