.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Saber Viver. Amor e Perdão

Saber Viver. Amor e Perdão
Luiz Carlos Formiga

 
Qual o sentimento mais importante para uma reencarnação na Terra, nos dias de hoje, época de transição, onde o Bem e o Mal coexistem?
Um sentimento necessário para ampliar benefícios e mitigar malefícios?
Certamente é o Amor. Ele nos permite adquirir a compreensão perfeita dos desígnios do Cristo. É preciso amar para viver plenamente.
 Viver é trabalhar. Pensando nos benefícios, pode ser também interpretado também como tarefa de retirar as pedras e espinhos na jornada, na vida.
Para que esses verbos?
Para evoluir e alcançar elevada expressão de esforço com Jesus..
Viver em plenitude é também saber esperar com paciência, sonhando com a própria evolução. Aprender a subir degraus sem pressa, consciente de que é ainda calouro na universidade da sublimação.
Sonhar, com o próprio progresso, não é enlouquecer nem esperar que a vida seja feita de ilusão. Esperar é tomar providência contra o desânimo destruidor.
O Amor Total sabe perdoar os espinhos encontrados na própria vida conjugal e nas outras relações interpessoais. Mas, também é prevenir-se contra a morte na solidão.
Só o Amor pode compreender totalmente o outro e eventualmente dizer: “ando todo arranhado, mas não largo a minha gata”. Animal racional também pode não saber o que faz.
Com Amor Total poderemos conciliar as grandiosas lições do Evangelho com a indiferença do próximo, num simples ato de perdoar.
A reflexão, o leitor já percebeu, é despretensiosa, mas serve de alerta contra o arrependimento depois já do outro lado da vida, no plano espiritual.  “Eu devia ter amado mais!”
No livro Paulo e Estevão, Abgail leciona ao seu grande Amor, deixando-nos síntese fabulosa: Ama, Trabalha, Espera e Perdoa. (1, 2).
Temos uma película com visão espírita em cartaz (*)
Nenhum coração espírita deve negligenciá-la, é mapa-poesia, trazida pela Espiritualidade mais evoluída.
“Quem não tem competência não se estabelece”, dizia Catarina, uma aluna querida, na época que fazia o “Curso Biomédico”, na UERJ.
Ninguém fica em cartaz, por toda a vida, se não reunir boa letra, música e interpretação. Por isso, posso dizer que Erasmo Carlos e Roberto Carlos Braga são verdadeiros Titãs.
Quem espera que a vida / Seja feita de ilusão / Pode até ficar maluco / Ou morrer na solidão / É preciso ter cuidado / Pra mais tarde não sofrer / É preciso saber viver.
Toda pedra no caminho / Você deve retirar / Numa flor que tem espinho / Você pode se arranhar / Se o bem e o mal existem / Você pode escolher / É preciso saber viver.


Fontes.
1.  Paulo e Estevão. Emmanuel. Francisco Candido Xavier.
Emmanuel neste romance resgata a imagem de Paulo de Tarso, visto como um fariseu fanático, perseguidor de cristãos, e da então nascente doutrina cristã, apresentando-o como um ser corajoso e sincero que se arrependeu de sua postura radical, empreendeu acelerada revisão de conceitos e atendeu ao chamado de Jesus na estrada de Damasco, transformando sua vida num exemplo de trabalho, por dezenas de anos dedicados a abrir igrejas cristãs e dar-lhes assistência. "Paulo e Estevão" fará você compreender como o amor apaga a multidão de faltas cometidas. 599 páginas.
2.  Casamento Perfeito, Parceiro Ideal e o Filho Como Vai?. Texto compilado para palestras a serem realizadas dias 17 e 26 de maio de 2018.
Programado para publicação, domingo, 13 de maio de 2018. O Consolador. Revista Semanal de Divulgação Espírita.
3. Titãs.  É preciso saber viver. Titãs.
Devia ter amado mais



1 Comentários:

  • Eu costumo dizer que o PERDÃO é o desafio dessa nossa existência atual e a falta dele é um dos obstáculos que podem dificultar a nossa próxima reencarnação no Planta Terra em regeneração.

    Aqueles que não aprenderem a AMAR e PERDOAR serão candidatos a estagiarem em um outro Planeta que esteja em plena categoria de provas e expiações e dependendo do estágio poderá retornar a Terra num futuro próximo e rever seus amores que lá deixou.

    Alguns ao ler esse comentário poderão dizer:-Isso é fantasia!

    Acreditando ou não as Leis do Universo não irão mudar. O melhor a fazer é se adequar a elas e "SABER VIVER".

    Abraços.
    Marcos Fonseca

    Por Blogger Marcao, às 11 de maio de 2018 03:44  

Postar um comentário

<< Home