.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

BRASIL, CONFUSÃO E ESPERANÇAS

Fernando Rosemberg Patrocínio





Estaremos tecendo, com o presente texto, algo do nosso cotidiano, do nosso dia-a-dia e dos nossos problemas que são muitos, sobretudo dos apertos deste novo ano de 2015 que já conta com cinco meses de suores, de preocupações, de dureza, de contas pra pagar, que, regra comum a todos, nos sacrificamos para saldar.

Este é o grande problema dos brasileiros, sobretudo nos dias de hoje que se passam.

Mas, como dito:

“Sobretudo nos dias de hoje que se passam”,

Pois nutrimos a esperança de que tais dias vão passar e que dias melhores hão de vir, quando então teremos vencido a corrupção, a violência, o egoísmo, o crime, o ateísmo e outras tantas mazelas do homem incipiente que, na adversidade e na dor, terá conquistado novos padrões morais, éticos e comportamentais, pois aprendera que a semeadura livre, mas a colheita, por sua vez, é obrigatória.

Estes momentos de aperto, de desemprego, de problemas que se avultam e que nem sempre temos como solucionar, faz-nos recordar Francisco Cândido Xavier e seu sábio mentor espiritual Emmanuel consoante o que passo agora a transmitir do excelente livro de Clóvis Tavares, publicação do Instituto de Difusão Espírita (Ide):

“Amor e Sabedoria de Emmanuel”

“A palestra do Chico, todos o sabem, é sempre proveitosa e espiritual. Contou-nos, então, que certa vez, não há muito tempo, enfrentando difíceis problemas do dia-a-dia, qual acontece com todos nós, ele fez uma pergunta a Emmanuel, ansioso pelo esclarecimento do grande amigo da eternidade”.

“A pergunta limitou-se a duas palavras, duas apenas:”

“Como acertar?”

“Emmanuel, sempre bondoso, invariavelmente paternal, apareceu-lhe, então, confortando-o com esta luminosa resposta”:

“Meu filho, procura cumprir o teu dever da melhor maneira possível, de modo a guardar a paz de consciência. O resto entrega a Jesus”.

Portanto, meus queridos, se já fizemos o que nos fora possível, se já demos o nosso melhor, se já cumprimos com nosso dever de cristão redivivo, se já operamos o que tínhamos de operar, de lutar consoante nosso Evangelho redentor, então, meus queridos, agora é hora de esperar - sem desesperar - com Jesus, entregando a Ele as rédeas da questão, lembrando, sempre, que as dificuldades são dolorosas, mas passageiras, e que ainda vamos dar muitas risadas de felicidade, pois só o Bem é Eterno, e o mal dura apenas o tempo necessário para nossos aprendizados e para as mudanças benfazejas que inevitavelmente surgirão.

Portanto, nada de desespero meus queridos:

“O Mundo Espiritual tem a diretriz e as rédeas do Mundo Material; seu governo, minoritário, se submete aos fins, Majoritários, do Governo Espiritual”.

E, portanto, nada, do Mundo Material, pode contrariar as vontades do Mundo Espiritual, Governo Supremo de todas as coisas, verificando-se que o mal é escravo do Bem, e só durável na medida exata de suas funções.
Na certeza, pois, de dias melhores, fica aqui um grande abraço e todos quantos puderem nos ler e nos acessar:


VISITE OS BLOGS :

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home