.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

EM BUSCA DA PERFEIÇÃO


Nota de esclarecimento: 
“O artigo abaixo trata-se do exercício natural do direito que cada qual tem de pensar por si mesmo e de abraçar os pontos de vista que lhe parecem os melhores. Não me compete censurar opiniões, ainda mesmo que eu, Jorge Hessen, não defenda pessoalmente as concepções ubaldianas .  Assim, deixamos aos leitores do meu blog em O Rebate o encargo de analisar tudo quanto o autor expõe ou sugere a seguir, pois o mesmo direito que tem o articulista de argumentar , temos todos o mesmo direito de refutar , de aceitar, ou não, os seus argumentos.” 


Fernando Rosemberg Patrocínio
f.rosemberg.p@gmail.com


“Sede, pois, vós outros, perfeitos, como Vosso Pai Celestial É Perfeito”. (Jesus).


Em resposta ao último texto do querido amigo espiritista Leonardo (Carta em defesa de Herculano), gostaria de expressar que, à exceção de Deus, tudo, absolutamente tudo em nosso Mundo é ainda imperfeito! 


Conquanto se encaminhe para a perfeição.



Ora, consultemos as páginas da História e vejamos o quanto erramos em nosso pretérito de vidas transcorridas pelo tempo-evolução; e, se buscarmos causas mais longínquas ainda, nos depararemos com os dados do Complexo Fenomênico Involutivo-Evolutivo que, como já visto noutros textos e e.Books, se compõe de toda uma Consensualidade Universal formalizada pelos Profetas Bíblicos, por Jesus, e, mais recentemente, pelos Profetas Modernos nas pessoas de Pietro Ubaldi e Francisco Cândido Xavier nas abalizadas instruções de ‘Sua Voz’, ‘Emmanuel’, ‘André Luiz’, ‘Augusto dos Anjos’ e muitos outros mais.

Ora, como vamos dispensar a Consensualidade Universal de tantos sábios, inclusive do Mestre Jesus?

Mesmo assim, espiritistas ainda imaturos, que vêem defeitos em tudo, exceto em Kardec, e que, de sua parte, se guarnecem e se blindam na posição “correta” da Doutrina Codificada, tais elementos, mais ortodoxos, se acham imunes a tudo e atiram pedras para todos os lados condenando tudo quanto não vem do seu ícone Kardec que, aliás, tais elementos o vêem como seu mestre infalível, seu deus único da verdade que, só por aí, se posicionam em terreno movediço, pois que a doutrina organizada pelo codificador é Síntese, e como ele mesmo explicitara: é essencialmente progressiva, pois que dilata seus princípios fundamentais. 

Ora, já tratei da “correta” e “impoluta” condição doutrinária em diversos textos publicados no blog do prestigioso amigo Jorge Hessen, tais como:

-“Incoerência dos Engessados”;

-“Ciência do Infinito”;

-“As Luas de Marte, e etc.”;

-“Onde o Consenso Universal?”;

-“Só Deus O Sabe”;

-“Caso Pietro Ubaldi (Refutação)”;

-“Sabedoria de Ezequiel”;

-“Roustainguistas, Ubaldistas...”;

-“O Corpo de Jesus”; 

-“Teoria da Beleza”, e, finalmente:

-“Idiossincrasias de Kardec”.

E que não se pense esteja eu satisfeito em escancarar os possíveis desajustes da obra de Kardec; não, não estou; mas o fiz para dizer aos mais ortodoxos que: defeitos e desajustes toda grande obra os apresenta, seja de Kardec mesmo ou fora dele, de Ubaldi ou de Xavier, ou, ainda, do Divaldo Franco, do Hercílio Maes, do Robson Pinheiro, do Carlos Baccelli, e etc., etc.

Ora, consultemos a Internet mesmo e vejamos como a Ciência mesma retificara muitos de seus equívocos, e ainda os retifica permanentemente, mesmo tratando de coisas materiais que, por sua vez, não fogem ao escalpelo de suas pesquisas, sua ordem material. E porque o Espiritismo, em tratando do Metafísico, em tratando com Inteligências invisíveis, em tratando, pois, com fatos espiríticos e não corpóreos propriamente falando, não sujeitos ao escalpelo físico de nossas observações, porque o Espiritismo - onde trabalham os nossos tantos médiuns - não estaria sujeito ao erro, ao desajuste, ao equívoco, se, pois, estamos lidando com fatos mais complexos que os da Ciência mesma, e, portanto, com fatos não-físicos, demandando, pois, paciência e largo espaço de tempo para que coloquemos as coisas no seu justo lugar, acertando os ponteiros de nossa pesquisa, bem como os ponteiros de nossa realidade anímica, mediúnica e, portanto, espiritual. 

Por tudo, pois, tratemos de nos melhorar, ou, como já ministrara o Espírito de Verdade e, como tantas vezes o mencionei, tratemos do “Amai-vos” uns aos outros com críticas menos vorazes, resquícios de nossas posturas extremadas, doentias e pouco fraternais.

Assim, pois, meus queridos condiscípulos, tratemos, como queria o nosso Mestre Jesus, de prosseguir na busca do nosso aperfeiçoamento espiritual neste Mundo que é parte do Anti-Sistema (AS) universal, pois que, através dele, estaremos consolidando nosso retorno ao plano de nossas origens: o Sistema (S) Espiritual Perfeito em Deus Pai e Criador.

Observação:

Estou listando, a quem possa interessar, uma relação de meus livros digitais (e.Books) dispostos em meu blog:

-1) Análise Crítica da CUEE;
-2) O Espiritismo Completo;
-3) A Matemática do Espiritismo Completo;
-4) O Mecanismo Uno-Contínuo da Criação;
-5) Noções Futurológicas do Espírito;
-6) Fundamentos da Corrente Mental;
-7) Do Arcanjo ao Átomo;
-8) Mestres da Humanidade;
-9) Reflexões Axiológicas do Evangelho;
-10) Espiritismo e Suas Complexidades;
-11) Encarando Fatos e Mitos; 
-12) Jesus: Médium de Deus;
-13) A Grande Síntese e o Mecanismo; e, finalmente:
-14) Conexão Kardec-Ubaldi (em revisão).











0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home